Saberes do quintal: cultura, biodiversidade e educação popular

Resumo

O presente projeto tem como objetivo principal desenvolver ações interdisciplinares de pesquisa e extensão em práticas agroecológicas. Temos ainda como objetivos específicos: i) construção de um banco de hortaliças tradicionais (ex.: serralha, caruru-de-porco, cará-de-rama, mangarito, taioba, ora-pro-nobis…) em parceria com instituições como EPAMIG e AMAU; ii) pesquisa e desenvolvimento de práticas pedagógicas envolvendo as graduações em licenciatura e alunos das escolas públicas de Ibirité e região; iii) implantação de um horto de plantas medicinais que servirá de base para ações voltadas a promoção da saúde popular e dos saberes tradicionais; iv) desenvolvimento de oficinas para promoção e difusão dos princípios e técnicas agroecológicas e da agricultura urbana; v) realização de uma pesquisa etnoecológica em bairros de Ibirité tendo em vista o levantamento da agrobiodiversidade de quintais e hortas comunitárias existentes.

Agência financiadora: Programa Institucional de Apoio à Extensão (Edital Nº 01/2015 – PAEx/UEMG)

Professor orientador: Emmanuel Duarte Almada

Parceiros

EPAMIG – Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais e AMAU – Articulação Metropolitana de Agricultura Urbana.