Quintais urbanos: memórias, atores e redes

Resumo

Esta pesquisa realizada no município de Ibirité e localidades próximas visa compreender, a partir da trajetória de vida, as redes de relações históricas e ecológicas entre humanos e plantas em quintais urbanos. São seus objetivos específicos: – descrever as plantas como agentes que contribuem na produção de rede de relações internas e externas aos quintais onde estão localizadas; – analisar como esses saberes tradicionais são transmitidos e se transformam diante do processo de urbanização; – evidenciar o potencial dos saberes e práticas tradicionais enquanto patrimônio biocultural do espaço urbano e elementos para seu futuro reconhecimento.

Agência financiadora: Programa Institucional de Apoio à Pesquisa – PAPq/PROUEMG

Professora orientadora: Mariana Oliveira e Souza